Show simple item record

Artigo de periódico

Greve ambiental trabalhista: instrumento de efetivação da dignidade humana do trabalhador

dc.contributor.authorFranco Filho, Georgenor de Sousa
dc.contributor.authorMaués, Perlla Barbosa Pereira
dc.date.accessioned2019-11-27T12:32:12Z
dc.date.available2019-11-27T12:32:12Z
dc.date.issued2019-09
dc.identifier.citationFRANCO FILHO, Georgenor de Sousa; MAUÉS, Perlla Barbosa Pereira. Greve ambiental trabalhista: instrumento de efetivação da dignidade humana do trabalhador = Working environmental strike: an instrument for the realization of the human dignity of the worker. Revista de direito do trabalho, São Paulo, v. 45, n. 205, p. 93-117, set. 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/165311
dc.description.abstract[por] Demonstra a mudança de paradigma do que outrora se entendia por greve, pois conceituá-la como um direito individual de exercício coletivo não mais se enquadra nas mudanças sociais inovadoras dos direitos sociais em análise, dada a sua possibilidade de exercício tanto coletivo como individual, diante da exclusiva condição do meio ambiente de trabalho. Temos, portanto, a reinterpretação da terminologia "greve". Nesse viés, pode-se observar a primordial importância da greve ambiental como instrumento capaz de "forçar" o empregador a respeitar o direito fundamental do trabalhador à dignidade humana, saúde, vida, entre outros elencados na Constituição de 1988. Direitos estes que, por sua natureza, merecem ser protegidos por todos os meios possíveis, lícitos e eficazes.pt_BR
dc.description.abstract[eng] The present article seeks to demonstrate the paradigm shift from what was once understood as a strike; because conceptualizing it as an individual right of collective exercise no longer fits in with the innovative social changes of the social rights under analysis, given its possibility of exercising both collective and individual, given the exclusive condition of the working environment. We have, therefore, the reinterpretation of the terminology "strike". In this bias, one can observe the primordial importance of the environmental strike as an instrument capable of "forcing" the employer to respect the worker’s fundamental right to human dignity, health, life, among others listed in the Constitution of 1988. These rights, by their nature, deserve to be protected by all possible, lawful and effective means.pt_BR
dc.description.tableofcontentsMeio ambiente do trabalho como direito fundamental: Os direitos fundamentais e suas dimensões. O trabalho e a dignidade da pessoa humana. Meio ambiente do trabalho -- Greve ambiental trabalhista: Tutela jurídica da greve ambiental trabalhista. Convenção 155 da OIT. Tutela constitucional. Análise de julgadospt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista de direito do trabalho: vol. 45, n. 205 (set. 2019)pt_BR
dc.subjectConvenção sobre a Segurança e a Saúde dos Trabalhadores (1981)pt_BR
dc.subjectGrevept_BR
dc.subjectAmbiente do trabalhopt_BR
dc.subjectDireito de grevept_BR
dc.subjectTrabalhador, proteçãopt_BR
dc.titleGreve ambiental trabalhista: instrumento de efetivação da dignidade humana do trabalhadorpt_BR
dc.title.alternativeWorking environmental strike: an instrument for the realization of the human dignity of the workerpt_BR
dc.relation.referencesConvenção sobre a Segurança e a Saúde dos Trabalhadores (1981), art. 13; art. 19pt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1158922
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/164636pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record