Show simple item record

Artigo de periódico

Os filósofos, a mentira e os benefícios por incapacidade do INSS

dc.contributor.authorSaraiva Filho, Rômulo Pedrosa
dc.date.accessioned2019-07-17T20:15:00Z
dc.date.available2019-07-17T20:15:00Z
dc.date.issued2019-04
dc.identifier.citationSARAIVA FILHO, Rômulo Pedrosa. Os filósofos, a mentira e os benefícios por incapacidade do INSS = Philosophers, a lie and disability benefits of social security. Revista de direito do trabalho, São Paulo, v. 45, n. 200, p. 97-116, abr. 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/159072
dc.description.abstract[por] Fala sobre a contribuição literária de alguns filósofos sobre a mentira e como isso pode ser observado na realidade previdenciária dos segurados que buscam a concessão ou a manutenção de benefícios por incapacidade, no caso o auxílio-doença, auxílio-acidente e aposentadoria por invalidez. Os beneficiários, para terem seus benefícios concedidos ou mantidos pela Previdência Social, necessitam ser avaliados por perito médico do Instituto Nacional do Seguro Social, no âmbito administrativo, ou perito médico judicial, quando a discussão ocorre no Poder Judiciário. A análise para a liberação do benefício também depende, às vezes, das condições socioeconômicas da parte interessada. Portanto, tais benefícios por incapacidade demandam, em tese, que periodicamente ocorram reavaliações. E, justamente nessas oportunidades, muitos segurados costumam faltar com a verdade para tentar continuar recebendo a renda ou se furtam de procurar o INSS quando suas doenças e incapacidades deixam de existir.pt_BR
dc.description.abstract[eng] This article aims to talk about the literary contribution of some philosophers about lies and how this can be observed in the reality of insured persons seeking the grant or maintenance of disability benefits, in the case of sickness, accident and by disability retirement. These to be granted or maintained by the Social Security must be evaluated by a medical expert of the National Social Security Institute, in the administrative scope, or judicial medical expert, when the discussion occurs in the Judiciary. The analysis for the release of the benefit also sometimes depends on the stakeholder’s socio-economic conditions. Therefore, such disability benefits demand, in theory, that periodic revaluations occur. And precisely in these opportunities, many insured people often lack the truth to try to continue receiving the income or if they avoid looking for the INSS when their illnesses and incapacities cease to exist.pt_BR
dc.description.tableofcontentsVerdade, mentira e dissimulação -- Filósofos: Aristóteles. Santo Agostinho. Rousseau. Kant -- Tipos de simulação -- Requisitos de benefício por incapacidade -- Operação pente-fino e a investigação pericial -- Repercussão criminal na leipt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relationBrasil. Código penal (1940)pt_BR
dc.relationResolução n. 2057, de 12 de novembro de 2013pt_BR
dc.relation.ispartofRevista de direito do trabalho: vol. 45, n. 200 (abr. 2019)pt_BR
dc.relation.urihttps://www.lexml.gov.br/urn/urn:lex:br:federal:decreto.lei:1940-12-07;2848pt_BR
dc.subjectBenefício previdenciário, revisão, Brasilpt_BR
dc.subjectBeneficiário, comportamento, filosofia, Brasilpt_BR
dc.subjectVerdade (filosofia)pt_BR
dc.subjectFraude, Brasilpt_BR
dc.subjectSimulação (direito), Brasilpt_BR
dc.titleOs filósofos, a mentira e os benefícios por incapacidade do INSSpt_BR
dc.title.alternativePhilosophers, a lie and disability benefits of social securitypt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1150637
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/158934pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record