Show simple item record

Artigo de periódico

Terceirização ilícita no âmbito das empresas de telecomunicações e a liminar concedida na Reclamação STF n. 10.132 – Paraná

dc.contributor.authorCarmo, Júlio Bernardo do
dc.date.accessioned2012-04-30T18:14:22Z
dc.date.available2012-04-30T18:14:22Z
dc.date.issued2010-12
dc.identifier.citationCARMO, Júlio Bernardo do. Terceirização ilícita no âmbito das empresas de telecomunicações e a liminar concedida na Reclamação STF n. 10.132 – Paraná. Revista do Tribunal Superior do Trabalho, São Paulo, v. 77, n. 1, p. 17-31, jan./mar. 2011.pt_BR
dc.identifier.citationCARMO, Júlio Bernardo do. Terceirização ilícita no âmbito das empresas de telecomunicações e a liminar concedida na reclamação STF n. 10.132-Paraná = Irregular outsourcing concerning enterprises exploring telecomunication and electric energy viewed by the angle of the injuction assured by the Supreme Court (recl. n. 10.132-Paraná). Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, Belo Horizonte, v. 52, n. 82, p. 171-184, jul./dez. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/22276
dc.descriptionInformação sobre o autor: Desembargador, Tribunal Regional do Trabalho da 3. Regiãopt_BR
dc.description.abstract[por] Realiza uma pesquisa doutrinária, assim como um levantamento dos precedentes jurisprudenciais que deram origem à Súmula n. 331 do Colendo Tribunal Superior do Trabalho, com o objetivo de verificar como o ordenamento jurídico brasileiro aborda a questão da terceirização. O ponto nuclear do artigo doutrinário enfatiza a situação das empresas de telecomunicações e de energia elétrica, procurando dissociar o trabalho realizado em atividade-meio e fim dessas empresas, para ressaltar a necessidade de proteção social do trabalhador quando seu trabalho é exigido no âmbito de atividade-fim da empresa tomadora de serviços. Como resultado verificou-se que as regras constitucionais que abordam os princípios jurídicos inerentes à livre iniciativa e ao regime capitalista de exploração do mercado econômico, submetidas que estão igualmente a princípios constitucionais de igual envergadura que preconizam a dignidade da pessoa do trabalhador e a melhoria das condições sociais, não permitem seja o trabalhador desprotegido da malha tutelar da Consolidação das Leis do Trabalho, máxime quando seu labor é inserido em atividade-fim da tomadora, independentemente do objeto social preconizado por esta última empresa.pt_BR
dc.description.abstract[eng] The article has the purpose to make a doctrinary, as well as a jurisprudential resource concerning the previous cases law which carried to the origin of the jurisprudential Precedent n. 331 of the Superior Labor Court (TST). The aim was to question how the brazilian judicial system treats the matter concerning worldwide practicing outsourcing. The core subject of the present article consists of an investigation of the real situation in the labor market of the so called telecomunications and electric energy enterprises and its specific aim is to dissociate the human work required to perform its final and means activities, reporting the necessity to enforce social protection to the worker when his energy is required to achieve the final aim of the economic activities of such enterprises. As a result, it was verified that the constitucional rules which guarantee the judicial principles regardind free enterprise and the capitalist regime of exploitation of the economic market, as they are as well restrained by constitucional principles of equal standards wich pursuit the dignity of the human being and the improvement of the conditions of work, they actually do not allow that the workers come to be dislodged of the special protection assured by labor laws, no matter which economic activity is pursuited by the employers.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região: vol. 52, n. 82 (jul./dez. 2010)pt_BR
dc.relation.ispartofRevista do Tribunal Superior do Trabalho: vol. 77, n. 1 (jan./mar. 2011)pt_BR
dc.subjectBrasil. Supremo Tribunal Federal (STF), decisão judicialpt_BR
dc.subjectMedida cautelar, Paranápt_BR
dc.subjectMedida liminar, Paranápt_BR
dc.subjectEmpresa de prestação de serviços, Paranápt_BR
dc.subjectEmpresa de telecomunicações, Paranápt_BR
dc.subjectBrasil. Tribunal Superior do Trabalho (TST). Súmula n. 331, análisept_BR
dc.subjectBrasil. Tribunal Superior do Trabalho (TST). Súmula n. 331, críticapt_BR
dc.subjectTerceirização, doutrinas e controvérsias, Paranápt_BR
dc.titleTerceirização ilícita no âmbito das empresas de telecomunicações e a liminar concedida na Reclamação STF n. 10.132 – Paranápt_BR
dc.title.alternativeIrregular outsourcing concerning enterprises exploring telecomunication and electric energy viewed by the angle of the injuction assured by the Supreme Court (recl. n. 10.132-Paraná)pt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys908593
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/21256pt_BR
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/72685pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record