Show simple item record

Artigo de periódico

Ação sindical e futuro do trabalho no centenário da OIT

dc.contributor.authorRomar, Carla Teresa Martins
dc.contributor.authorMassoni, Túlio de Oliveira
dc.date.accessioned2022-05-10T19:27:51Z
dc.date.available2022-05-10T19:27:51Z
dc.date.issued2019-12
dc.identifier.citationROMAR, Carla Teresa Martins; MASSONI, Túlio de Oliveira. Ação sindical e futuro do trabalho no centenário da OIT = Trade union action and the future of labor in the International Labour Organization centenary. Revista de direito do trabalho, São Paulo, v. 45, n. 208, p. 243-269, dez. 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/200509
dc.description.abstract[por] Os sindicatos são agentes sociais essenciais na promoção de Justiça social, ideal com o qual a Organização Internacional do Trabalho (OIT) se preocupa desde a sua criação em 1919. O século XXI, a globalização e o atual estágio de revolução tecnológica trouxeram novos desafios à ação sindical: representação de trabalhadores atípicos (non standard) e de trabalhadores em plataformas digitais, trabalho de migrantes sem proteção social, necessidade de ação sindical transnacional em acordos marco globais (internacional framework agreements), proteção em face da automação e do desemprego e diálogo social. Os sindicatos devem assumir papel ativo na proteção do trabalho decente e na definição de novas estratégias de ação e de novas solidariedades.pt_BR
dc.description.abstract[eng] Trade Unions are essential social agents in the promotion of social justice, an ideal for which the International Labor Organization (ILO) has been concerned since its foundation in 1919. The 21st century, the globalization and the current stage of technological revolution have brought new challenges to the union action: the representation of non-standard workers and workers on digital platforms, migrant’s labor without social protection, the need for a transnational union action in global framework agreements, the protection in the face of automation and the unemployment and social dialogue. Unions must take an active role in protecting decent labor and defining new action strategies and new solidarity.pt_BR
dc.description.tableofcontentsNovos rumos do direito internacional do trabalho -- A representação sindical de trabalhadores "atípicos" e em plataformas digitais -- Trabalhadores migrantes e sindicatos -- Sindicatos, economia digital, revolução 4.0, proteção em face da automação e desemprego -- Sindicatos e diálogo social na construção do trabalho decente -- Ação sindical transnacional: acordos marcos globais "International Framework Agreements" (IFAS)pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista de direito do trabalho: vol. 45, n. 208 (dez. 2019)pt_BR
dc.subjectSindicato, modernizaçãopt_BR
dc.subjectInovação tecnológicapt_BR
dc.subjectTrabalho decentept_BR
dc.subjectRelação de trabalhopt_BR
dc.subjectAplicativo de tecnologiapt_BR
dc.subjectDesempregopt_BR
dc.subjectOrganização Internacional do Trabalho (OIT)pt_BR
dc.titleAção sindical e futuro do trabalho no centenário da OITpt_BR
dc.title.alternativeTrade union action and the future of labor in the International Labour Organization centenarypt_BR
dc.title.alternativeAção sindical e futuro do trabalho no centenário da Organização Internacional do Trabalhopt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1169182
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/168259pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record