Show simple item record

Artigo de periódico

Direito do trabalho e novas tecnologias: inteligência artificial, big data e discriminação pré-contratual

dc.contributor.authorAzevedo, André Jobim de
dc.contributor.authorJahn, Vitor Kaiser
dc.date.accessioned2021-08-07T02:01:26Z
dc.date.available2021-08-07T02:01:26Z
dc.date.issued2020-10
dc.identifier.citationAZEVEDO, Andre Jobim de; JAHN, Vitor Kaiser. Direito do trabalho e novas tecnologias: inteligência artificial, big data e discriminação pré-contratual. Revista Fórum justiça do trabalho, Belo Horizonte, ano 37, n. 442, p. 11-26, out. 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/191446
dc.description.abstract[por] Explora a aplicação conjugada de inteligência artificial e big data (tecnologias próprias da Quarta Revolução Industrial) aos processos de recrutamento de novos empregados, analisando os possíveis desvios discriminatórios que podem estar inseridos nessas ferramentas. Para tanto, inicialmente, apresenta as normas de Direito da Anti-discriminação e sua interlocução com o Direito do Trabalho. Em seguida, aborda a recente experiência norte-americana, em que muitos empregadores estão se valendo de publicações direcionadas e algoritmos para a contratação de novos empregados. Reconhecendo a dificuldade de fiscalização da prática discriminatória provocada através de algoritmos, o aponta o exercício do "direito de explicação" como um dos remédios possíveis para contornar vieses discriminatórios. Por fim, conclui que embora o enfrentamento desses novos desafios não seja uma tarefa fácil ao jurista, este pode encontrar na Constituição um porto seguro, que independentemente do momento histórico-tecnológico, permanece elencando o combate à discriminação como um objetivo-mor da República.pt_BR
dc.description.abstract[eng] This paper explores the combined application of artificial intelligence and big data (Fourth Industrial Revolution technologies) to processes of recruiting new employees, analyzing the possible discriminatory deviations that can be inserted in these tools. To do so, initially, it presents the rules of Anti-Discrimination Law and its interlocution with Labor Law. Then, analyzes the recent North American experience, in which many employers are relying on targeted publications and algorithms for hiring new employees. Recognizing the difficulty of inspecting discriminatory practice caused by algorithms, it points to the exercise of the "right of explanation" as one of the possible remedies to overcome discriminatory biases. Finally, concludes that although the difficulties, the jurist can find in the Constitution a safe haven, which regardless of the historical-technological moment, continues to list the fight against discrimination as a major objective of the Republic.pt_BR
dc.description.tableofcontentsLinhas gerais sobre direito da antidiscriminação e sua interlocução com o direito do trabalho -- Inteligência artificial e big data aplicados ao processo de admissão de novos empregadospt_BR
dc.relation.ispartofRevista Fórum justiça do trabalho: ano 37, n. 442 (out. 2020)pt_BR
dc.subjectEmpregado, recrutamentopt_BR
dc.subjectDiscriminaçãopt_BR
dc.subjectInteligência artificialpt_BR
dc.subjectBig datapt_BR
dc.titleDireito do trabalho e novas tecnologias: inteligência artificial, big data e discriminação pré-contratualpt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1187203
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/184791pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record