Show simple item record

Artigo de periódico

Uberização: do empreendedorismo para o autogerenciamento subordinado

dc.contributor.authorAbílio, Ludmila Costhek
dc.date.accessioned2021-06-30T13:28:41Z
dc.date.available2021-06-30T13:28:41Z
dc.date.issued2021-05
dc.identifier.citationABÍLIO, Ludmila Costhek. Uberização: do empreendedorismo para o autogerenciamento subordinado = Uberization: from entrepreneurship to subordinated self-management. Revista eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia, Salvador, v. 9, n. 13, p. 7-24, maio 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/188676
dc.description.abstract[por] A definição de uberização do trabalho se refere a uma nova forma de gestão, organização e controle, compreendida como uma tendência que atravessa o mundo do trabalho globalmente. São analisados os principais elementos da uberização, em especial: a transformação do trabalhador em trabalhador just-in-time; o crowdsourcing; a transformação do trabalho em trabalho amador e as novas formas de controle automatizadas que possibilitam pensar na definição de gerenciamento algorítmico do trabalho. Faz-se uma crítica ao uso da noção de empreendedor para o trabalhador uberizado, propondo-se seu deslocamento para a definição de autogerente subordinado. Apresentam-se os resultados de pesquisa empírica com motofretistas entre 2014 e 2019, analisando a uberização a partir da própria experiência dos trabalhadores. Também é feita, a partir do uso de dados secundários, uma análise comparativa com o trabalho dos bike boys, uma ocupação tipicamente juvenil, negra e periférica, que já nasce uberizada.pt_BR
dc.description.abstract[eng] The definition of uberization refers to a new form of labor management, organization and control, that can be understood as a global trend in the world of work. The main elements of uberization are analysed, in particular the transformation of workers into just-in-time workers; the definition of crowdsourcing; the transformation of work into amateur work; and the new forms of automated control that make possible the definition of an algorithmic management. The use of the notion of entrepreneurship for the uberized work is criticized, being proposed its displacement to the definition of subordinated self-management. The article presents the results of an empirical research with motorcycle couriers made between 2014 and 2019. It is also presented a comparative analysis, based on the use of secondary data, with the work of bike boys, a typically youthful, black and peripheral occupation, which is born as a result of uberization.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia: vol. 9, n. 13 (maio 2021)pt_BR
dc.subjectRelação de trabalho, Brasilpt_BR
dc.subjectPrestação de serviços, inovação tecnológica, Brasilpt_BR
dc.subjectAplicativo de tecnologia, Brasilpt_BR
dc.subjectEmpreendedorismo, Brasilpt_BR
dc.subjectMotorista, pesquisa, Brasilpt_BR
dc.subjectMotocicleta, Brasilpt_BR
dc.titleUberização: do empreendedorismo para o autogerenciamento subordinadopt_BR
dc.title.alternativeUberization: from entrepreneurship to subordinated self-managementpt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1198623
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/188571pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record