Show simple item record

Artigo de periódico

Alguns argumentos em prol da ideia de que o trabalhador rural que recebe por produção faz jus ao recebimento da própria hora mais adicional, se trabalhar em regime extraordinário

dc.contributor.authorGiordani, Francisco Alberto da Motta Peixoto
dc.date.accessioned2020-04-14T11:21:10Z
dc.date.available2020-04-14T11:21:10Z
dc.date.issued2009-09
dc.identifier.citationGIORDANI, Francisco Alberto da Motta Peixoto. Alguns argumentos em prol da ideia de que o trabalhador rural que recebe por produção faz jus ao recebimento da própria hora mais adicional, se trabalhar em regime extraordinário. Revista Ltr: legislação do trabalho, São Paulo, SP, v. 73, n. 9, p. 1065-1071, set. 2009.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/170217
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista Ltr: legislação do trabalho: vol. 73, n. 9 (set. 2009)pt_BR
dc.subjectTrabalhador rural, Brasilpt_BR
dc.subjectCondições de trabalho, Brasilpt_BR
dc.subjectDireitos humanos, proteção, Brasilpt_BR
dc.subjectHora extra, pagamento, jurisprudência, Brasilpt_BR
dc.subjectIndústria canavieira, Brasilpt_BR
dc.subjectJornada de trabalho, Brasilpt_BR
dc.subjectPrincípio da dignidade da pessoa humana, Brasilpt_BR
dc.titleAlguns argumentos em prol da ideia de que o trabalhador rural que recebe por produção faz jus ao recebimento da própria hora mais adicional, se trabalhar em regime extraordináriopt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys856673
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/104954pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record