Show simple item record

Artigo de periódico

As provas virtuais no processo do trabalho de acordo com o ônus da prova no novo Código de processo civil

dc.contributor.authorLopes, Ana Beatriz Carneiro de Sousa
dc.contributor.authorBraga, Eleeldo Osdisnei de Oliveira
dc.contributor.authorGraça Neto, Antonio
dc.contributor.authorSilva, André Filippe Loureiro e
dc.date.accessioned2021-10-27T22:46:00Z
dc.date.available2021-10-27T22:46:00Z
dc.date.issued2019-12
dc.identifier.citationLOPES, Ana Beatriz Carneiro de Sousa; BRAGA, Eleeldo Osdisnei de Oliveira; GRAÇA NETO, Antonio. As provas virtuais no processo do trabalho de acordo com o ônus da prova no novo Código de processo civil. Revista Fórum trabalhista: RFT, Belo Horizonte, ano 8, n. 35, p. 29-47, out./dez. 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/20.500.12178/194632
dc.description.abstract[por] Versa sobre as provas virtuais no processo do trabalho, devido ao avanço da tecnologia, visualizando também a distribuição do ônus da prova. Analisando-se as provas à luz da Constituição Federal, faz-se um esclarecimento sobre as provas no ordenamento jurídico, e se pode ver de que forma ela é considerada lícita. Sendo verificados, para tanto, os posicionamentos de doutrinadores, que observam as provas virtuais como um meio de facilitar o trabalho da justiça, tornando-a assim mais célere, e averiguando alguns julgados da justiça do trabalho que aceitam esta prova como lícita. Considera-se que o grande problema atual desta questão é a falta de regulamentação própria, para que se possa saber até que ponto as provas virtuais devem ser consideradas válidas no nosso ordenamento jurídico. Afirma-se, assim, que as provas virtuais podem e devem ser utilizadas no ordenamento jurídico brasileiro conforme a metodologia dedutiva utilizada.pt_BR
dc.description.abstract[eng] The article verse about virtual evidences on the labor process, due to the advance of technologies also seen the distribution of burden of proof. Analyzed the proofs on the Federal Constitution, also makes a clarifying about proofs on legal order, and see in which way its consider legal. been verified the master’s stances, which observe the virtual proofs as a way to make it easy the justice’s work, making it swift; checking if some of the gather of labor’s justice takes it as a true proof. The point it’s the lack of owner regulation, to know until which point virtual proofs can be consider applicable in the Brazilian legal order according with the deductive methodology used.pt_BR
dc.description.tableofcontentsAs provas no processo do trabalho: Meios de prova no processo do trabalho -- Internet -- Prova ilícita -- Prova virtual: Documento virtual. Falta de regulamentação. Do documento digitalizado para o digital -- ônus da prova: Ata notarialpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRevista Fórum trabalhista: RFT: ano 8, n. 35 (out./dez. 2019)pt_BR
dc.subjectProva (processo trabalhista), Brasilpt_BR
dc.subjectDocumento eletrônico, aspectos jurídicos, Brasilpt_BR
dc.subjectÔnus da prova (processo trabalhista), Brasilpt_BR
dc.titleAs provas virtuais no processo do trabalho de acordo com o ônus da prova no novo Código de processo civilpt_BR
dc.type.genreArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.rvbisys1167145
dc.relation.ispartoflinkhttps://hdl.handle.net/20.500.12178/169021pt_BR

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record